Entenda a situação de compra de lotes no mercado nacional

O mercado imobiliário apresenta uma dinâmica que varia de acordo com a economia, mas que também obedece às necessidades da população. Com isso, o movimento de compra e venda de cada tipo de imóvel tem uma lógica própria, que está condicionada às características de cada segmento.

Neste artigo, vamos analisar a situação de compra de lotes no Brasil e como o setor tem apresentado uma boa perspectiva.

Quadro favorável para compra de lotes

Cada vez mais, os grandes centros urbanos têm apresentado limitações para receber obras nos bairros já existentes. Como o grande adensamento populacional acarreta sérios transtornos de deslocamento e problemas de infraestrutura complexos, que se somam à criminalidade crescente, um número cada vez maior de pessoas e de empresas tem procurado, literalmente, fugir das cidades.

Contudo, a demanda nos centros saturados persiste, posicionando o preço dos lotes urbanos em patamares elevados. Em alguns bairros, eles chegam a valores impraticáveis.

Portanto, independentemente da conjuntura da economia nacional, em função de todas essas situações indesejáveis das cidades, existe um quadro favorável de migração de residências e de empresas de todos os segmentos para novos loteamentos. Afinal, essa alternativa permite a moradia ou a instalação de um negócio em um local planejado, isento dos graves problemas urbanos comuns.

E, o que é melhor: a preços mais baixos do que aqueles vistos nas cidades e com condições de pagamento que facilitam a compra de lotes.

Contudo, o mercado aponta para um novo perfil de consumidor que exige a adequação do empreendedor.

Mudança de postura

Seguindo algumas práticas comuns do passado que, em escala cada vez menor, são adotadas ainda hoje, muitos loteamentos são criados de maneira relativamente forçada, em áreas que não apresentam real vocação e atratividade para se transformarem em um condomínio fechado ou em um bairro. Para viabilizar os negócios, as loteadoras que seguem por esse caminho criam tabelas com mensais baixas e intermediárias altas, a fim de captar o comprador a qualquer custo.

As que agem assim não têm a preocupação com a possibilidade da inadimplência.

Ao mesmo tempo, algumas campanhas publicitárias ainda apostam apenas no sonho dos clientes e trabalham com um modelo de venda que insere um número imenso de imobiliárias no processo.

Contudo, uma mudança consistente na postura do mercado de loteamento já está se processando. A partir dela, os lançamentos somente acontecerão após profundas pesquisas de mercado, que comprovem a viabilidade do empreendimento em todos os aspectos.

Ao mesmo tempo, as tabelas passam a ser formuladas para caber no bolso do comprador em qualquer momento, enquanto durar o débito. Para tanto, a análise de crédito passa a ser rigorosa, buscando a real comprovação da capacidade do comprador de contrair uma dívida.

Com o mesmo rigor, as condições específicas de cada região estão sendo analisadas, a fim de desenvolver campanhas publicitárias que tenham como ponto de partida as reais necessidades do consumidor. Para se juntar a esse processo, estão sendo selecionados corretores profissionais capacitados, que sejam focados no produto lote.

Agregando a essas características as empresas mais enxutas e ágeis e o quadro favorável referido anteriormente, temos um mercado ainda mais promissor. 

Mercado com vistas na realidade

Os novos empreendimentos estão cada vez mais focados nas reais necessidades do consumidor. O comprador de lote deseja adquirir um produto que de fato atenda aos anseios e que caiba no orçamento de maneira tranquila.

Junto a essa tendência, existe também uma grande atenção para as causas ambientais e sociais. Com isso, os loteamentos estão sendo projetados para oferecer qualidade ambiental em todos os aspectos, com vistas não só para a questão da disponibilidade de áreas verdes. Os projetos buscam contemplar todos os critérios de mobilidade, recreação, saneamento, segurança e transporte.

Outros fatores que são considerados são a proximidade ou a facilidade de acesso à educação e ao trabalho e a disponibilidade de recursos tecnológicos que facilitem a vida e que ofereçam maior segurança.

É preciso ressaltar que as pessoas que compram lotes, em grande parte das vezes, estão em busca de uma boa relação entre o custo do empreendimento e o benefício que ele pode ofertar. Nesse sentido, muitos compradores ponderam entre a viabilidade de comprar um lote para construir e comprar um imóvel pronto.

Ao fazer essa análise, eles consideram o custo final de uma obra e as condições de pagamento.

Portanto, na atual situação de mercado, os empreendimentos que têm dado mais certo são aqueles que buscam conciliar as duas situações, considerando o padrão de loteamento. Assim, eles buscam oferecer o que há de melhor em qualidade e com as condições de pagamento mais apropriadas àquilo que o consumidor pretende.

As razões do consumidor

Independentemente do uso que será dado ao lote, no mercado atual, os consumidores estão se apresentando de maneira consciente, com grande atenção para os aspectos financeiros e também para as condições patrimoniais e de benefícios que podem receber com a compra de lotes.

Boas condições e liquidez

Com isso, como já foi mencionado, os clientes estão em busca de boas condições de compra e têm valorizado bastante as possibilidades de juros mais baixos.

Ainda, ele também tem considerado bastante a liquidez dos lotes que, por serem mais baratos do que os imóveis prontos, são mais fáceis de vender.

Valorização

Outro aspecto que tem merecido atenção é a possibilidade de valorização dos lotes, considerando a tendência de aquecimento desse segmento de mercado. Essa perspectiva é ainda mais interessante naquelas áreas de expansão imobiliária que não são tão valorizadas na atualidade e também naquelas que estão sendo enobrecidas por novos empreendimentos.

Qualidade

Por fim, vale destacar que, tanto pelo ponto de vista de quem compra um lote com finalidades empresariais, quanto para quem busca um loteamento com a intenção de estabelecer residência, há grande atenção para as facilidades que os empreendimentos podem proporcionar. A essas facilidades, o consumidor associa o ganho em desempenho, no caso empresarial, e o ganho em qualidade de vida, no caso residencial.

Portanto, as empresas estão procurando por loteamentos estruturados para receber as atividades que elas desenvolvem, considerando nesses aspectos a oferta de recursos tecnológicos. Enquanto isso, os compradores que desejam morar em um loteamento estão em busca de boa infraestrutura de lazer e de projeto urbanístico apropriado.

Diante do exposto, podemos concluir que, para os loteamentos que estão adequados às exigências do mercado, as perspectivas de negócios são muito boas.

Agora que você já sabe a situação de compra de lotes no mercado nacional, que tal nos seguir no LinkedIn? Desta forma, você sempre ficará por dentro das nossas atualizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website